Costa da Laurissilva


O projeto Costa da Laurissilva tem por desígnio o desenvolvimento e promoção de cariz cultural, social, turístico e científico, visando a divulgação e esclarecimento das riquezas naturais da Costa Norte da Madeira.


Logótipo da Costa da Laurissilva

A Costa da Laurissilva foi criada por intermédio de uma iniciativa sinérgica entre os três Municípios do Norte com o claro intuito de alavancar, potencializar e promover a economia local dos Municípios de Santana, São Vicente e Porto Moniz, que comungam da predominância rural e de um ativo comum: a mais extensa e a mais bem conservada área de Floresta Laurissilva Macaronésica do Mundo.

O Município de Santana, desde junho de 2011, atribuiu à Costa da Laurissilva, uma nova valência, igualmente classificada pela UNESCO, potenciando os atributos naturais, sociais e culturais que predominam identidade da costa norte da Região Autónoma da Madeira.

Além das reflexões temáticas debatidas no I Congresso da Costa da Laurissilva , encontra-se a decorrer o desenvolvimento de um dossier técnico/promocional sobre as valências locais da Costa da Laurissilva, de onde se prevê dar uma resposta social efetiva sobre o património cultural local, destacando-se a importância de registar e datar essencialmente o património natural, edificado e cultural com vista à sua preservação e valorização.

Cartaz do I Congresso Costa da Laurissilva

Ações de formação aos agentes económicos locais, é outro dos projetos que se pretende desenvolver de forma a instruir o capital humano local e potenciar novas áreas de intervenção socioeconómicas.

O Município de Santana faz-se tecnicamente representar pela empresa municipal Terra Cidade.