Caracterização da Reserva da Biosfera Santana

O concelho de Santana, na Madeira, viu reconhecido mundialmente a riqueza do seu património a 29 de junho de 2011 aquando da sua classificação pela UNESCO através do programa MAB que visa promover o desenvolvimento sustentável.

A Reserva da Biosfera corresponde à totalidade da área emersa do concelho de Santana e inclui a área marinha adjacente até à batimétrica dos 200 m.

A população total residente na área da Reserva da Biosfera é de 7 719 habitantes, dos quais 99% vive na zona de transição, 1% na zona tampão e 0% nas zonas núcleo.

  • Zonas Núcleo: são Sítios de Importância Comunitária, que integram a rede Natura 2000 e incluem áreas de Floresta Laurissilva e do Maciço Montanhoso Central e a Reserva Marinha da Rocha do Navio;
  • Zona Tampão: correspondem a zonas de uso regrado através de diversos instrumentos de gestão e ordenamento territorial;
  • Zona de Transição: consistem maioritariamente em terrenos rurais, urbanos e urbanizáveis públicos e privados, com regras de utilização dispostas através de ferramentas de ordenamento das atividades desenvolvidas e do território.


Logótipo da Reserva

A Reserva da Biosfera de Santana faz-se representar por uma imagem de marca constituída por dois elementos representativos: a orquídea-da-serra e o ilhéu da Rocha do Navio. A orquídea-da-serra representa a riqueza florística endémica, inserida na floresta Laurissilva, enquanto o ilhéu da Rocha do Navio faz referência à Reserva Marinha da Rocha do Navio. Deste modo estão representados os elementos constituintes das zonas núcleo da Reserva. Quanto às cores, o verde está associado à floresta e campos agrícolas que compõem a reserva e o azul o mar que delimita esta área protegida a norte.


Mapa de Zonamento




Logótipo da Reserva "Santana Madeira Biosfera"