Manuel António Correia

Motivo de orgulho

O nosso património natural e o seu reconhecimento internacional são motivos de orgulho para todos os Madeirenses, mas são, também, elementos distintivos da Região Autónoma da Madeira enquanto Região de qualidade, garantindo um valor acrescentado, genuíno e inimitável.


Manuel António Correia

Graças ao trabalho que tem vindo a ser desenvolvido, quer pelo Governo Regional, quer pelas Câmaras Municipais da Região – de que é exemplo a Câmara Municipal de Santana –, tem sido possível garantir a manutenção desse tesouro natural e ambiental da Madeira e do Porto Santo.

Nesta missão está também envolvida, de forma decisiva, a sociedade em geral, com a participação de várias entidades, associações e pessoas particulares. A proteção da natureza e da biodiversidade seria, de resto, inglória, se não tivesse essa vontade e esse querer comum de toda a população.

A comprovar a eficácia desse esforço conjunto estão as distinções internacionais que a Região tem vindo a granjear ao longo dos anos, como foi o caso da atribuição, em junho de 2011, do galardão de “Reserva Mundial da Biosfera da UNESCO” ao concelho Santana. Além deste, destaca-se também, em Dezembro de 1999, a classificação de “Património Mundial Natural da UNESCO” à Floresta Laurissilva da Região Autónoma da Madeira, distinção que nos honra e que tem suscitado um efeito aglutinador de todo o nosso património natural.

Este reconhecimento internacional tem servido – e com toda a certeza vai continuar a servir – de estímulo para, em especial junto das camadas mais jovens, a Região prosseguir com o trabalho de sensibilização para a importância da defesa do meio ambiente e dos recursos naturais que possui. Na medida em que, dessa maneira, garantimos, também, a qualidade ambiental e de vida das populações no futuro.

Neste trajeto de afirmação da Madeira pela qualidade ambiental e de vida, com reflexos também na competitividade económica e no emprego, Santana cumpre um papel de destaque e contribui, ativamente, para o desenvolvimento sustentável da Região Autónoma da Madeira, no que a atribuição do galardão de “Reserva Mundial da Biosfera da UNESCO” constitui marca indelével e “matéria-prima” cuja utilização fica na mão e é responsabilidade de todos.

Manuel António Correia - Secretário Regional do Ambiente e dos Recursos Naturais